liga dos campeões

Liga dos campeões é uma série de 4 objetos que questionam o império falocêntrico numa operação de aparente exaltação do mesmo. Com uma verve kitsch e se valendo de materiais banais e populares, os trabalhos manejam o capital imagético desse símbolo de onipotência e dominação, para destituí-lo de seu lugar de poder. Deslocado para a posição de objeto, o falo é miniaturizado e infantilizado. Falência, queda, ilusão e crise são ideias operatórias nesses trabalhos.